201870-1020-a

Bad Taste (1987)

Continuando a revisitar a carreira de Peter Jackson, antes de ter financiamento para efeitos especiais aparatosos, eis que chegamos a Bad Taste.

Este filme marca a estreia de Peter na realização e, como todos os principiantes, sofre de falta de dinheiro e experiência. Felizmente, estes handicaps são compensados com ideias interessantes.

Bad Taste conta a história de uma equipa (de gente estranha) que se junta para encontrar e matar aliens (com forma humana).

Estes aliens aparentam ser híbridos entre zombies e loiras burras, mas com forma de camionistas e talhantes. Para além disso, possuem um elevado gosto por mioleira humana.

“Miolos saltitantes” seria um título alternativo que também se poderia ter utilizado para esta produção, tal é a diversidade e quantidade de miolos que vamos vendo ao longo de hora e meia de história.

Aliás, Peter Jackson demonstra, logo na sua estreia, todo o seu amor por cenários sangrentos e mortes histriónicas. Especificamente neste caso, existem uma série de elementos gore, que vão despoletar um pouco de nojo e repulsa. De ressalvar que todo o sangue que surge no ecrã aparenta ser Ketchup e, sendo assim, pode surgir uma vontade inconsciente de colocar Ketchup na comida.

Em comparação com “Morte Cerebral”, “Bad Taste” mostra ainda algum amadorismo. Um filme mais visual, cuja história se torna algo monótona e insípida. A juntar a isto, existe uma filmagem que aparenta ter sido feita por um cameraman a quem estavam a ser feitas cócegas, tal é a tremedeira daquilo.

Em suma, “Bad Taste” é um exercício experimentalista muito trashy e visualmente interessante. Apesar da história e do acting (terrível), entretém bastante. Agora, vejam este e logo de seguida o Hobbit e descubram as diferenças.

image

ARTIGOS POPULARES

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com