Doctor Who 50th Anniversary Special The Day of the Doctor

No passado dia 23 de Novembro foi celebrado, em todo o mundo, o quinquagésimo aniversário de Doctor Who. Escrito por Steven Moffat, actual responsável da série, este episódio traz de volta – para além de Matt Smith e Jenna Coleman (atuais Doctor e Companion) – David Tennant (10th Doctor), Billie Piper (ex companion) e John Hurt. O enredo da série é simples, um alien que é tratado por Doctor, originário do planeta Galiffrey, percorre o tempo e espaço numa nave chamada TARDIS (Time and Relative Dimension in Space), que possui o aspeto duma cabine da polícia, sempre com o (s) seu (s) Companion (s). Quando se encontra à beira da morte tem a possibilidade de se regenerar, alterando o seu aspeto e personalidade, sendo esta uma maneira de explicar a mudança do actor.

Neste Crossover, os Doctors 10th e 11th (se bem que talvez depois deste episódio se tenha que rever os números dos doutores) tentam impedir que o planeta Terra seja invadido (para variar!), tendo como ajudante a Rainha Elizabeth I. Já o Doctor de John Hurt tem a difícil decisão de destruir, ou não, o seu próprio planeta, para salvar o Universo, sendo assombrado pelo sistema do dispositivo de destruição, que tem o aspecto de Bad Wolf.

Todos os actores têm uma performance excelente, demonstrando muita química no ecrã. Os momentos leves são hilariantes e os momentos dramáticos são cheios de tensão, deixando o público investido no que acontece. O regresso do David Tennant ao papel foi muito nostálgico, sendo que se trata de um dos Doctors favoritos dos fãs da série, trazendo com ele os monólogos épicos e o íman de mulheres, característicos da sua personagem. Matt Smith, sendo o actual, apresenta-nos a sua interpretação (espectacular) muito característica, com uma relação entre ele e Clara excelente e bastante perspicaz. John Hurt, como o Doctor da Time War, representa de modo excepcional o seu dilema e possui uma química excelente, quer com Billie, quer com Jenna.

A Time War é um McGuffin, que serve para explicar o longo período de férias da série. Estava-se à espera que este episódio servisse para explicar a guerra, mas tal não acontece. Porém, isso não quer dizer que não seja excelente, apenas não se revelou o que estava toda a gente à espera. Para além disso, existe também um cameo  do 4th Doctor (Tom Baker) , tratando-se de um carinhoso call back para a série clássica.

Veredito: Não só este episódio, mas também a série é um must see para todos os fãs de sci-fi. Este episódio conta com grandes actuações por parte de todos os actores que nele entram. É também uma oportunidade para os não iniciados de serem introduzidos a este universo.

image

ARTIGOS POPULARES

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com