Untitled

Médico de Família (1998 – 2000)

Ao longo de muitos anos de televisão, várias são as séries míticas que passaram por cá. Curiosamente, a maioria que tomamos como nossas, são na realidade adaptações vindas de Espanha. Médico de família enquadra-se nesta descrição, sendo talvez a série mais mítica dos anos 90, quiçá de sempre.

Entre 1998 e 2000, pudemos rir, chorar e ignorar a TVI. No entanto, 13 anos passados, muita coisa mudou na vida destes actores. Estas mudanças envolvem drogas, pobreza extrema, Fábio Paim, prisão e desemprego (curiosamente, todas estas coisas se podiam aplicar a uma das actrizes), mas já lá iremos.

O protagonista desta série era Fernando Luís, que interpretava Diogo, um médico recém-viúvo que agora tinha de cuidar da família.

Fernando tem-se aguentado bem, entre o teatro, o cinema e a televisão, foi se especializando em novelas da TVI. Neste momento, encontra-se a participar na novela “Doida por ti” e recentemente participou num telefilme chamado “Vá cavar batatas”.

imageimage

Diogo vivia com o seu pai, Zé de Melo, interpretado pelo mítico Henrique “ponto de encontro” Mendes. Este senhor, durante a década de noventa, fez chorar famílias. No programa Ponto de Encontro, irmãos encontravam-se ao fim de 20 anos, mães voltavam a ver filhas, enfim uma choradeira. No início do novo século ainda participou num episódio de Uma Aventura e depois…Bem, depois pronto (coisas da idade).

imageimage

Porém, esta casa de família não estaria completa sem a pirralhada. Um dos filhos era Pedro (Francisco Garcia), uma adorável criança com voz de princesa da Disney. Curiosamente, mais tarde Xico apareceu como apresentador do Club Disney , em conjunto com a Carolina Patrocínio . Depois de algum tempo desaparecido, este ano Xiquinho reapareceu – com um look à pirata – na nova novela da TVI “I love it”. Bem, pelo menos tem trabalho.

imageimage

Quem também foi dando trabalho foi a sua irmã (na série), Sara Norte. Sara, que interpretava a doce Mariana, mudou o “D” de doce e passou a drogada. Como a droga está cara, começou a ser correio de droga e a transporta-la no sítio onde o sol não chega (a vagina). Actualmente transporta o Fábio Paim. Para além disso, e depois de ter estado presa em Espanha, Sara voltou novamente para a representação, estando a participar na série da RTP, Os nossos dias. Isto, depois de em 2008 ter participado nos Morangos com Açúcar, tendo também a posteriori enveredado pela carreira de striper. A Miss Paim é claramente a mais multifacetada do elenco de MdF.

imageimage

Não há dois sem três e desta família fazia também parte a bebé Catarina (Karina Queiróz). Depois de MdF, Karina deixou de representar (aparentemente). Actualmente, Karina há-de fazer alguma coisa, no entanto foram fechadas as portas à colher e assim, “Karina cadê você?”, é a questão que fica no ar. Se alguém souber, avise.

image

Para completar esta trupe, faz ainda falta uma empregada com sotaque do norte. Lucinda (Maria João Abreu), era a governanta bem-disposta que estava sempre a cantarolar. Durante anos, Maria foi dividindo a sua carreira entre o teatro e televisão. Entretanto também deixou o seu companheiro de longa data (José Raposo), adoptando um rapaz mais novo. Diga-se que com a idade, ela se tornou uma bela “cougar”. Já José Raposo, que também participava nesta série, namora com uma menina (Sara Barradas) mais novas que a maioria das camisas dele.

imageimage

Do restante elenco, destaque para a vizinha “cusca” Florbela Queiroz (Rosa). Esta senhora, passou de actriz a desempregada. Depois, usando os seus dotes de actriz, tornou-se astróloga, fazendo tanto sucesso que acabou na pobreza e com o filho em tribunal. Nem tudo são más notícias para Florbela. Pelo menos, tem uma casa e nunca teve de transportar drogas na vagina. No meio disto tudo, teve ainda tempo para participar numa peça de teatro chamada “Vai de e-mail a pior”. Com um título destes, não se percebe o que poderá ter corrido mal. 

imageimage

Para além destes actores, faziam ainda parte Ricardo Carriço e Rita Blanco. Estes dois entram na última novela da Sic “Sol de Inverno”, mas ele morre logo no início. Já Rita Blanco, é que está na mó de cima. Participou no filme Gaiola Dourada, faz publicidade a um banco e tem trabalho regular em televisão.

image

image

image

(Ricardo é o cavalheiro de barba branca e Rita a mulher morena)

E pronto, muitos outros entraram nesta série. Porém, a colher é soberana e escolhe apenas aqueles que quer.

ARTIGOS POPULARES

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com