2232890943_small_1

Rebelde Way (2008)

Rebelde Way era mais uma daquelas séries adolescentes que a Sic tentou colocar para fazer frente aos Morangos com Açúcar. Neste caso, com muito pouco sucesso.

A telenovela/série, apesar de ter uma grande máquina de marketing por trás, revelou-se um flop gigante – uma daquelas novelas com fãs, mas sem audiências. Resultado: Cancelado no fim da primeira temporada em 2008. Entretanto 6 anos passaram e estes meninos mudaram. Já vamos ver se para melhor, ou para pior (spoiler: pior).

Rebelde Way – inicialmente chamada Onda Rebelde, mas alterada, pois um nome estrangeiro é “bué da jovem” – é uma adaptação de uma novela Argentina (à semelhança do que aconteceu com a Floribellaver artigo no spoon) que abordava a vida dos jovens “bué modernos” num colégio de Lisboa. O primeiro episódio tinha direito a meninas semi-nuas e traseiros de rapazes. Os personagens principais eram interpretados por Joana Anes, Joana Alvarenga, Tiago Barroso e Nelson Antunes (quem?). Spoiler alert: está tudo desempregado (quase).

Comecemos por Nelson Antunes. Nelson interpretava Manuel, o bolseiro bad boy que veio de França para vingar a morte do pai e descobriu que o assassino era o progenitor da sua amada, a Mia Rossi. Quanto ao “ator”, a sua melhor (e única) participação nessa área deu-se aqui. Contextualizando: O Nelsito apareceu num concurso de televisão da Sic, chamado Família Superstar, e, aproveitando o seu sucesso com as adolescentes, foi lançado aos “lobos”, logo como protagonista de uma série. Falhou e, diga-se, não por culpa dele.

Depois de uma temporada fracassada regressou ao seu habitat natural: a música. Atualmente, prepara-se para lançar um EP produzido pelo Agir. Veremos se volta para os holofotes da fama, desta vez na profissão certa.

"eu copo de leite"

“eu copo de leite”

"eu com madeixas"

“eu com madeixas”

Joana Anes era Mia Rossi, a popstar do colégio. Infelizmente, a sua carreira teve pouco de popstar e muito de desemprego. Antes de Rebelde Way tinha participado em Dei-te Quase Tudo (da TVI) e na 2ª temporada de Floribella. Após Rebelde Way, dedicou-se à culinária: apresentou Já Sei Cozinhar – programa de culinária para crianças – que, em 2010, foi transmitido aos domingos de manhã e acabou por se ficar pela primeira temporada.

Entretanto casou-se com o seu amor de longa data, Tiago Claro, e fugiu das cameras. Se calhar tornou-se uma empresária de sucesso, ou uma fada-do-lar. O que é certo é que foi um talento que se perdeu (pequenina e jeitosinha como a sardinha).

Antes de se casar

Antes de se casar

Depois de se casar

Depois de se casar

Pedro Silva Lobo – interpretado por Tiago Barroso – era o riquinho revoltado do colégio. Para a personagem, Tiago, colocou umas lentes azuis e meteu um eyeliner, talvez por isso, tanto ele como a novela acabaram a rivalizar com a Eucaristia Dominical e o Etnias, em termos de audiências. Atualmente, Tiago Barroso, tem contrato com a RTP e, por isso, lá vai entrando nas séries da estação, nunca com tanto destaque como nos projetos anteriores. Este ano participou em Sinais de Vida e Hotel Cinco Estrelas.

Percebem agora a razão do cancelamento da série?

Percebem agora a razão do cancelamento da série?

Mudastea!!

Mudastea!!

Por fim chegamos a Joana Alvarenga, que interpretava Lisa Scott – a maluca inconsequente “bué da jovem e bué rebelde” – esta atriz foi talvez aquela que teve o maior upgrade (literalmente). Infelizmente, para ela, o upgrade foi em termos de apêndices mamários (comprou duas maminhas novas), porque em termos de carreira foi um downgrade (para agradar a todos os públicos, eis uma analogia genial: Foi como terem instalado o Windows 8, mas o seu computador só ter 512 Mb de Ram. Melhor: foi como trocar uma mala da Louis Vuitton, por uma da Louis Button.

Depois de Rebelde Way, a Sic não quis saber mais dela e, após pousar para todas as revistas masculinas existentes em Portugal (menos a Gina), Joana foi parar a uma ilha deserta, com o José Castelo Branco, no programa “intelectual” da TVI, Perdidos na Tribo, isto em 2011. Atualmente participa no programa (produzido pelo  IEFP) Perdidos no Desemprego (desculpa Joana).

Versão colegial

Versão colegial

"eu desprevenida e loira"

“eu desprevenida e loira”

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com