IMG_3052.CR2

The Frozen Ground: Sangue e Gelo (2013)

Frozen Ground: Sangue e Gelo é uma das estreias desta quinta-feira, e traz a história, baseada em factos reais, do serial killer Robert C. Hansen, aqui interpretado por John Cusack – que matou à volta de trinta mulheres, num período de treze anos, sem nunca se ter notado.

Este enredo conta com um cast perfeito, à exceção de 50 Cent, que interpreta o “chulo” de Cindy Paulson (Vanessa Hudgens), que só faz parte desta pelicula por se tratar de um dos produtores. No entanto, o fato de entrar Nicolas Cage, como o polícia Sgt. Jack Halcombe, e Vanessa Hudgens, pode fazer com que o filme passe ao lado de muito comedor de pipoca. Cage, embora bom ator, tende, de tempos em tempos, a entrar em enormes flops, enquanto Hudgens ainda possui um estigma muito grande de ex Disney. Mas, para grande surpresa de quem decide optar pela sua visualização, a representação dos dois atores é espetacular, transmitindo sentimento e preocupação pelo desfecho que estas personagens irão ter. Um fato curioso de salientar, Dean Norris, mais conhecido pelo papel de Hank em Breaking Bad, aqui volta a fazer de polícia.

A um nível técnico, os clichés presentes são tantos que podem levar, ou a um jogo de bebida, ou a um bingo, o público que decida. Desde a burocracia envolvida na resolução do caso, até ao faltar a Halcombe duas semanas para a reforma. Também a shakycam para o olho mais sensível pode ser uma grande distração. Mas por outro lado, o diretor Scott Walker possui um grande respeito pelos acontecimentos, tratando os eventos de forma séria, sem nunca glorificar o assassino, como é comum neste tipo de thriller. Este dedicou o filme às vítimas de Hansen, sendo que na altura dos créditos, mostra as suas fotografias.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com