ellen-selfie-oscars

“And the oscar goes to…” – Balanço dos Óscares spoon

Noite de óscares que é noite de óscares tem de ter três coisas: Glamour, vestidos feios e uma queda da Jennifer Lawrence. Felizmente, e mais uma vez, tudo isso se concretizou (desta vez  a Jeninha caiu de joelhos, quando saía do carro).

Depois foi tempo para, o sempre aguardado, monólogo inicial. Ellen estava um rapazinho bastante janota e não desiludiu. Gozou com a senilidade da 3ª idade (pois uma da nomeadas para melhor atriz secundária, June Squibb, já conta com 84 anos) e ainda fez uma piada que envolvia o “dito cujo” de Jonah Hill. A seguir, o seu desempenho, muito por culpa do atraso do espetáculo, teve menos pontos altos. Houve tempo ainda para trazer um distribuidor de pizza aos óscares e obrigar o Bradd Pitt a dar gorjeta. O momento fotogenia da noite foi quando Ellen quis rebentar com o twitter (o que aconteceu, pois houve mais de um milhão de retweets) e tirou uma selfie – reparem no digníssimo photo bomb de Kevin Spacey na foto acima.

Quanto aos discursos tivemos de tudo. Um Jared Leto (que ganhou na categoria de melhor ator secundário) mais voltado para a política e um Matthew Mcconaughey mais virado para o Sr. Jesus (com direito a Amen). Transversal a todos foram os agradecimentos as mamãs (aquilo ontem parecia o dia da mãe).

Ainda tivemos tempo para um Jim Carrey em palco a dizer “it must be nice to be nominated, I wouldn`t know” (ouch) e para um Jamie Foxx que parecia ter tomado uns copos a mais.

De resto, os vencedores foram quase todos os esperados. A única meia surpresa (e merecida) foi a vitória de Lupita Nyong’o, frente a Jeninha, pelo óscar de melhor atriz secundária (mas a Jeninha ganhou nos nossos corações o prémio de “melhor atrás principal”).

Frozen levou para casa o prémio de melhor animação e melhor canção original (uma espantosa atuação de Idina Menzel, com direito a ovação de pé, pela música Let It Go).

Grande Beleza ganhou como esperado o prémio de melhor filme estrangeiro.

Nas interpretações os vencedores (esperados) nas categorias principais foram Matthew Mcconaughey e Cate Blanchett (com um maravilhoso “suck it Julia Roberts” na altura de receber o galardão, recorde-se que Julia estava nomeada na categoria de melhor atriz secundária).

Gravidade foi o filme que mais ganhou, ao todo foram 7 óscares (quase todos óscares mais técnicos, destaque para o prémio de melhor realização para Alfonso Cuaron e de melhor fotografia para Emmanuel Lubezki).

12 anos escravo não ganhou tantos óscares (ganhou “apenas” 3), mas ganhou em categorias mais relevantes – melhor atriz secundária por Lupita, melhor argumento adaptado e melhor filme.

Do lado dos derrotados ficou Golpada Americana, que estando nomeado para 10, ganhou o mesmo que o Futebol Clube do Porto nos últimos 4 jogos: para os iletrados em futebol significa que ganhou 0, bola, nada, coisa nenhuma. E viva o Benfica (isto é totalmente contextualizado).

Outro derrotado da noite foi o português Daniel Sousa, que estava nomeado com Feral, para melhor curta de animação, infelizmente ganharam os Franceses pelo (excelente diga-se) Mr. Hublot.

Uma História de amor, não podendo ser considerado um derrotado, pois não era favorito à partida, ganhou na categoria de melhor argumento original.

O momento da noite (que meteu toda a gente de pé a chorar) foi aquando da atuação de Pink, homenageando Judy Garland e o “seu” Feiticeiro de Oz (que comemora 75 anos). Pink cantou “Somewhere over the rainbow” e Liza Minnelli (filha de Judy) parecia o Tom Hanks no filme Capitão Philips: era água por todos os lados (piada soberba e inteligente).

No geral, os óscares foram algo mornos, não tiveram momentos que fiquem para a memória, mas foi uma cerimónia decente, a entreter q.b.. Neste tipo de espetáculos há pouca manobra para ser criativo e surpreender, ainda assim, foi bom.

Lista dos vencedores:

Melhor filme:

– “12 Years a Slave” – Vencedor.
– “American Hustle”.
– “Captain Phillips”.
– “Dallas Buyers Club”.
– “Gravity”.
– “Her”.
– “Nebraska”.
– “Philomena”.
– “The Wolf of Wall Street”.

Melhor Realizador:

– David O. Russell: “American Hustle”.
– Alfonso Cuarón: “Gravity” – Vencedor.
– Alexander Payne: “Nebraska”.
– Steve McQueen: “12 Years a Slave”.
– Martin Scorsese: “The Wolf of Wall Street”.

Melhor Ator:

Christian Bale: “American Hustle”.
Bruce Dern: “Nebraska”.
Leonardo DiCaprio: “The Wolf of Wall Street”.
Chiwetel Ejiofor: “12 Years a Slave”.
Matthew McConaughey: “Dallas Buyers Club” – Vencedor.

Melhor Atriz:

– Amy Adams: “American Hustle”.
– Cate Blanchett: “Blue Jasmine” – Vencedora.
– Sandra Bullock: “Gravity”.
– Judi Dench: “Philomena”.
– Meryl Streep: “August Osage County”.

Melhor Ator Secundário: 

– Barkhad Abdi: “Captain Phillips”.
– Bradley Cooper: “American Hustle”.
– Michael Fassbender: “12 Years a Slave”.
– Jonah Hill: “The Wolf of Wall Street”.
– Jared Leto: “Dallas Buyers Club” – Vencedor.

Melhor Atriz Secundária:

Sally Hawkins: “Blue Jasmine”.
Jennifer Lawrence: “American Hustle”.
Lupita Nyong’o: “12 Years a Slave” – Vencedor.
Julia Roberts: “August: Osage County”.
June Squibb: “Nebraska”.

 Melhor Argumento Original:

– “American Hustle”.
– “Blue Jasmine”.
– “Her” – Vencedor.
– “Nebraska”.
– “Dallas Buyers Club”.

Melhor Argumento Adaptado:

– “Before Midnight”.
– “Captain Phillips”.
– “Philomena”.
– “12 Years a Slave” – Vencedor.
– “The Wolf of Wall Street”.

Melhor Filme Estrangeiro:

– “The Broken Circle Breakdown”
– “The Great Beauty” – Vencedor.
– “The Hunt”
– “The Missing Picture”.
– “Omar”

Melhor Filme de Animação:

– “The Croods”.
– “Despicable Me 2”.
– “Frozen” – Vencedor.
– “The Wind Rises”.

Melhor Design de Produção:

– “American Hustle”.
– “Gravity”.
– “The Great Gatsby” – Vencedor.
– “Her”.
– “12 Years a Slave”.

Melhor fotografia:

– “The Grandmaster”: Philippe Le Sourd.
– “Gravity”: Emmanuel Lubezki – Vencedor.
– “Inside Llewyn Davis”: Bruno Delbonnel.
– “Nebraska”: Phedon Papamichael.
– “Prisoners”: Roger A. Deakins .

Melhor figurino/guarda-roupa:

– “American Hustle”: Michael Wilkinson.
– “The Grandmaster”: William Chang Suk Ping.
– “The Great Gatsby”: Catherine Martin – Vencedor.
– “The Invisible Woman”: Michael O’Connor.
– “12 Years a Slave”: Patricia Norris.

Melhor Montagem:

– “American Hustle”
– “Captain Phillips”
– “Dallas Buyers Club”
– “Gravity” – Vencedor.
– “12 Years a Slave”

Melhor Documentário:

– “20 Feet From Stardom” – Vencedor.
– “The Act of Killing”.
– “The Square”.
– “Cutie And The Boxer”.
– “Dirty Wars”.

Melhor Banda Sonora:

– “The Book Thief”: John Williams.
– “Gravity”: Steven Price – Vencedor.
– “Her”: William Butler e Owen Pallett.
– “Philomena”: Alexandre Desplat.
– “Saving Mr. Banks”: Thomas Newman.

Melhor Canção Original:

– “Happy”: “Despicable Me 2”.
– “Let It Go”: “Frozen” – Vencedor.
– “The Moon Song”: “Her”.
– “Ordinary Love”: “Mandela: Long Walk to Freedom”.

Melhor Mistura de som:

– “Captain Phillips”.
– “Gravity” – Vencedor.
– “The Hobbit: The Desolation of Smaug”.
– “Inside Llewyn Davis”.
– “Lone Survivor”.

Melhor Edição de Som:

– “All Is Lost”.
– “Captain Phillips”.
– “Gravity” – Vencedor.
– “The Hobbit: The Desolation of Smaug”.
– “Lone Survivor”.

Melhores efeitos especiais:

– “Gravity” – Vencedor.
– “The Hobbit: The Desolation of Smaug”.
– “Iron Man 3”.
– “The Lone Ranger”.
– “Star Trek Into Darkness”.

Melhor documentário – Curta-Metragem:

– “CaveDigger”: Jeffrey Karoff.
– “Facing Fear”: Jason Cohen.
– “Karama Has No Walls”: Sara Ishaq.
– “The Lady in Number 6: Music Saved My Life”: Malcolm Clarke e Nicholas Reed – Vencedor.
– “Prison Terminal: The Last Days of Private Jack Hall”: Edgar Barens.

Melhor Curta-Metragem de Animação:

– “Feral”: Daniel Sousa e Dan Golden.
– “Get a Horse!”: Lauren MacMullan e Dorothy McKim.
– “Mr. Hublot”: Laurent Witz e Alexandre Espigares – Vencedor.
– “Possessions”: Shuhei Morita.
– “Room on the Broom”: Max Lang e Jan Lachauer.

Melhor Curta-Metragem:

– “Aquel No Era Yo (That Wasn’t Me)” Esteban Crespo
– “Avant Que De Tout Perdre (Just before Losing Everything)”: Xavier Legrand e Alexandre Gavras.
– “Helium”: Anders Walter e Kim Magnusson – Vencedor.
– “Pitääkö Mun Kaikki Hoitaa? (Do I Have to Take Care of Everything?)”: Selma Vilhunen e Kirsikka Saari.
– “The Voorman Problem”: Mark Gill e Baldwin Li.

Melhor Caracterização:

 “Dallas Buyers Club” – Vencedor.
– “Jackass Presents: Bad Grandpa”.
– “The Lone Ranger”.

 

 

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com