Prince-Avalanche-full-movie-online-rudd-hirsch

Prince Avalanche (2013)

Prince Avalanche é um filme reconfortante, como é reconfortante apanhar sol numa esplanada, nos primeiros dias quentes. Não é um filme épico, talvez nem inesquecível, mas sai-se da sala de cinema com uma alegria nostálgica.

Tem apenas quatro personagens: Alvin (Paul Rudd), Lance (Emile Hersch, Into the Wild) e dois velhinhos, completamente secundários, mas encantadores. A vantagem de serem poucos é conseguir captar melhor a proximidade entre Alvin e Lance, numa versão “cunhados-em-vez-de-gays” de Brokeback Mountain (2005).

A história passa-se nos anos 80, Alvin e Lance estão a trabalhar na sinalização de uma auto-estrada, no sul dos Estados Unidos. As suas personalidades entram em conflito porque Lance se comporta como um adolescente despreocupado e Alvin é um solitário que só quer tudo pronto rápido, para voltar para a namorada, a irmã de Lance. Um bom psiquiatra diagnosticar-lhes-ia uns quantos distúrbios de comportamento. Ao invés, o realizador opta por captar como é que, perdidas no meio do Texas, aquelas duas personalidades antagónicas conseguem encontrar pontos de entendimento no meio da discórdia.

Infelizmente peca por ser muito lento, ainda que não pudesse ser de outra maneira: a história é simples demais para 94 minutos de rapidez. Em compensação, o tempo é investido numa fotografia lindíssima, que acaba por ter mais “tempo de antena” do que as próprias personagens.

Com mais imagens do que palavras, Prince Avalanche podia ser bastante chato. Salva-se porque as imagens são sublimes. Além disso, a química entre os dois protagonistas traz-nos alguns diálogos bastante engraçados. “Never sleep with the same woman three times in a row. Otherwise, you’ll start developing feelings”, Lance.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com