kramervskramer8

Kramer Contra Kramer (Kramer vs. Kramer, 1979)

Kramer Contra Kramer ganhou 5 Óscares em 1980, incluindo o de Melhor Filme. A história centra-se na família Kramer, um casal relativamente jovem com um filho pequeno. Ele (Dustin Hoffman) é bem-sucedido no seu escritório e acaba de ser promovido. Ela (Meryl Streep) é uma atraente dona de casa, encarregada de tomar conta do filho. Infelizmente, Joanna Kramer não está satisfeita com a sua vida e decide partir, sair de casa, divorciar-se do marido e afastar-se do filho.

Neste ponto do filme, as grandes batalhas pessoais das personagens começam a surgir: de repente, um pai ausente que tem estado imerso no trabalho desde sempre tem de assumir as rédeas da casa, tomar conta do filho e continuar a ser o profissional promovido a uma posição de destaque na empresa. Todas as dificuldades decorrentes desta situação surgem e, apesar de serem bastante previsíveis, continuam a ter um impacto emocional no espetador – o que demonstra a qualidade do argumento, da realização de Robert Benton e do elenco.

A ação vai-se desenvolvendo até que se atinge uma certa estabilidade, altura em que pistas sugerem que é tempo de um novo relacionamento para Ted Kramer. E eis que surge novamente a ex-esposa, o que dá início à segunda parte de Kramer Contra Kramer – a parte que dá o nome ao filme. A partir daqui, a montanha russa de emoções torna-se ainda mais imprevisível e o ritmo acelera consideravelmente. Sem dúvida que a segunda parte do filme é a mais emocionante, embora a primeira seja a mais interessante.

Há alguns aspetos a ter em conta. Um primeiro, mais positivo: a qualidade de Dustin Hoffman e Meryl Streep não pode ser ignorada, apesar da tenra idade de ambos e da existência de uma criancinha adorável que anda para trás e para a frente da câmara. Um segundo aspeto, talvez não tão positivo: apesar de os diálogos serem bastante bons no geral, nota-se um abuso de longos monólogos em momentos-chave. Se, por um lado, se percebe que tentam dar uma visão mais profunda sobre o que se está a passar na mente das personagens, por outro lado, parecem deslocados e sem sentido no contexto apresentado.

Concluindo, Kramer Contra Kramer é um filme que tem potencial para fazer os espectadores mais sensíveis lacrimejarem e tem também dois atores extremamente bons, cujo talento tem sido confirmado ao longo dos anos.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com