black-mirror-season-3-poster

Série para uma semana terrível

Black Mirror

Número de episódios: 13 (3 temporadas)

Duração dos episódios: 43 min

Sejamos honestos: esta semana não foi fantástica. Coisas que não vou mencionar aconteceram. Coisas que se calhar muita gente não acreditou que podiam acontecer. Coisas que nos deixaram com pouca ou nenhuma fé na humanidade. Numa semana como esta pode ajudar procurar refúgio em séries – as comédias já aqui aconselhadas são boas opções. Mas para quem quer continuar a espiralar há também esta antologia sobre um futuro distópico que explora o lado negro da tecnologia.

Podemos começar com a vantagem mais prática. Como cada episódio é uma história completamente separada podem ser vistos da forma mais aleatória. É como se cada um fosse um mini-filme que nos transporta para o futuro que é estranho, mas que não chega a ser completamente estranho. São explorados os temas mais bizarros com uma naturalidade que nos faz esquecer o quão bizarros são. Respondem a perguntas como “e se houvesse um implante na memória para gravar tudo o que vivemos?” ou “e se nos classificássemos uns aos outros de 0 a 5 estrelas no dia-a-dia?”

A série consegue ser arrojada sem ser óbvia, inteligente sem ser aborrecida, actual sem ser condescendente ou graxista. Passamos todos os segundos do episódio colados ao ecrã e quando acaba passamos dias a reflectir porque é que a sociedade está sempre colada aos ecrãs.  Se isso não é a definição de clusterfuck não sei o que é que será.

Black Mirror é a versão moderna do Twilight Zone que o século XXI precisava. Esta é uma boa altura para reflectir sobre onde é que estamos enquanto grupo e para onde é que queremos ir. A série pega nos temas mais contemporâneos e aborda-os da maneira mais original, aquela que nos faz ficar a pensar no assunto durante mais tempo do que estávamos à espera. Pode não ser o que mais apetece fazer neste momento, mas se calhar é o que é preciso.

 

ARTIGOS POPULARES

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com