Alien-Covenant-Trailer-Breakdown-59

Alien: Covenant (Alien: Covenant, 2017)

Quando Ridley Scott lançou o primeiro Alien em 1979, pouco se imaginava tornar-se num franchise que passou por várias fases nos anos 80 e 90, com apenas o segundo filme, Aliens, realizado por James Cameron, a ser aquele que ficou a par com o original. Como ultimamente a moda é trazer de volta os clássicos e reformulá-los, Scott trouxe, em 2012, Prometeus, um filme que era uma espécie de reintrodução ao universo criado em 1979. 5 anos mais tarde, estava na altura trazer de volta a verdadeira razão porque vimos aquela prequela.

Alien: Covenant conta a história de um grupo de pessoas, que numa viagem de colonização en route ao planeta Origae-6, são atingidos por uma tempestade do espaço, danificando significativamente a sua nave. Estes rapidamente encontram um planeta alternativo, mais perto, e que está nas condições pretendidas para serem dos primeiros povos a colonizar fora do planeta Terra. Exceto que tudo acontece por uma razão. Acontece que essa razão prende-se com o facto de não serem as únicas formas de vida naquele planeta, estando este infestado de Aliens que pouco demoram até reconhecerem que algo está presente.

Com todos os traços tradicionais que esperamos encontrar num filme de Ridley Scott, entre uma realização suprema e cenários detalhados, é a inteligência da crew da nave que se põe em questão, sendo que estes tomam as decisões mais impulsivas e quase sempre erradas, dando oportunidade para que os corpos amontoam-se durante as duas horas de filme.No entanto, é Michael Fassbender que carrega uma grande parte do filme às suas costas, na sua forma de android ajudante, sendo ele o ponto alto do filme. É também relativamente fácil sentirmo-nos parte do filme que estamos a ver, sobretudo se visto em IMAX, pois os tais cenários detalhados permitem o espectador fazer um pouco de exploração das pequenas coisas que aparecem na tela e apreciar a fotografia pensada.
O último terço do filme é reservado para vermos o plot ser desconstruído e dominado pelas criaturas que habitam este planeta, deixando no ar a possibilidade de uma terceira prequela.

A face de dois gumes que Alien: Covenant traz é ser um bom filme de exploração sci-fi, como também ser uma entrada decente dentro do universo de Alien, conseguindo satisfazer ambas partes de forma bastante razoável. Quem aqui procura muito de um lado ou de outro, vai sentir que não é suficiente, mas dando um passo para trás e ver a grande imagem, vai ser da sala com bom proveito.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com