pacrimnewfan

Batalha do Pacífico (Pacific Rim, 2013)

Pacific Rim é o último filme realizado pelo conceituado cineasta Guillermo Del Toro e que vem trazer uma nova perspectiva ao género do robô gigante, popularizado pela série Transformers. O plot consiste na luta entre Jaegers (os robôs) e Kaiju (os monstros), na sobrevivência do planeta.

Sem dúvida que Del Toro conhece bem o material, pois faz lembrar o anime Shin Seiki Evangerion (Neon Genesis Evangelion). Trata-se de uma história que ocorre num ambiente pós-apocalíptico, onde o herói tem que derrotar monstros de origem desconhecida. Outro aspecto, que torna as fitas parecidas, é a maneira como a ligação entre o piloto e o robô é realizada. Aqui, existe uma partilha de todas as memórias e sentimentos entre os dois e com o colega com quem partilha a máquina (no caso de Pacific Rim). Para além disso, o filme possui uma cinematografia fantástica muito típica deste realizador.

Infelizmente, nem tudo são elogios, as personagens são bastante cliché e esquecíveis, não tendo qualquer impressão no espectador. Raleigh Becket (Charlie Hunnam) e Mako Mori (Rinko Kikuchi) são os típicos heróis com traumas vindos dos seus passados. Os cientistas, Dr. Newton Geiszler (Charlie Day) e Gottlieb (Burn Gorman), estão escritos de maneira tão comum para esse tipo de figuras, que os torna difíceis de engolir nas cenas em que entram. A personagem mais interessante é Stacker Pentecost (Idris Elba) que infelizmente não é desenvolvida a fundo e não aparece no ecrã o tempo que merecia.

Outra comparação óbvia será com a série Transformers, realizada por Michael Bay, embora as semelhanças entre as duas obras se fiquem pelos robôs gigantes. Apesar das personagens estereotípicas, Del Toro consegue – com sucesso – realizar uma história que transmite exactamente aquilo que promete: robôs vs. monstros. Por outro lado, Bay é um cineasta medíocre, com filmes que variam do mau ao horrível, mas que infelizmente, continua a fazer dinheiro, atirando ao most common denominator.

Pacific Rim é um C.S.I, sem ser algo de espectacular, é o suficiente quando se liga a televisão, para passar um bom bocado. Já Transformers é a Casa dos Segredos, programação digna do caixote do lixo, mas que continua a ser um dos maiores sucessos.

Veredito: Sem dúvida um filme para os fãs do cineasta Del Toro, onde a sua cinematografia é evidente ao longo da fita. Também é um must see para todos os fãs das películas e animes de formato robô vs. monstro.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com