nebraska

Nebraska (2013)

Nebraska é um filme curioso, assim como curioso é o seu realizador, Alexander Payne. O que se começa por pensar, após ver o filme e conhecendo o realizador, é que ele voltou a usar a receita mágica para o sucesso. Isto é ver o copo meio cheio. A verdade é que ele voltou a usar a mesma receita e quem já viu os filmes anteriores (como Descendentes), pode ficar desiludido (e isto será ver o copo meio vazio).

Em Nebraska acompanhamos Woody Grand (Bruce Dern), um velhote meio desorientado que pensa ter ganho um milhão de dólares, decidindo fazer 1300 km a pé para ir recolhê-lo ao Nebraska (as coisas que os velhos põe na cabeça!). Contra a vontade da família, o filho mais novo, David (o surpreendente Will Forte) decide levá-lo (de carro). Isto é apenas a premissa inicial que se vai desmontando, contruindo os personagens à medida que o filme avança.

O ponto central aqui é perceber as razões que levam cada personagem a comportar-se daquela forma, enfatizando a parte relacional. Assim, à semelhança de outros filmes de Alexander, o filme fala de relações humanas e vai nos dando pistas e respostas (algumas), à medida que vai avançando, sempre num ritmo lento, mas interessante.

Visualmente, contado a preto e branco, Nebraska possui uma fotografia muito interessante, os cenários são aliás, outro dos pontos fortes deste realizador.

Depois tem um elenco muito eficaz. Com Bruce Dern à cabeça e interpretando magistralmente alguém que, por circunstâncias da vida, se viu na velhice privado de algumas das coisas que poderia ter tido. No entanto, a grande surpresa é ver Will Forte (conhecido ator cómico que fez McGrubber) desempenhar um papel sério. A parte surpreendente é ter desempenhado bem esse papel. Todavia, June Squib – que interpreta Kate, a esposa do desmemoriado Woody – rouba todas as atenções sempre que entra em cena. É formidável a quantidade e qualidade de vernáculo que uma octogenária (com idade para ser neta de Manuel de Oliveira) consegue atingir. A naturalidade com que June incorpora todas as cenas, algumas bastante peculiares, é responsável pelas melhores e maiores gargalhadas de todo o filme.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com