Blended-2014-Movie-Widescreen

Umas Férias Inesperadas (Blended, 2014)

A parelha Adam Sandler/Drew Barrymore já não é virgem em termos de colaborações. Infelizmente, ao contrário do que era desejado e à semelhança de muito bons casamentos, com o tempo vão se degradado e, chegando ao terceiro filme em conjunto (depois de Um Casamento Quase Perfeito e A Minha Namorada tem Amnésia) está na altura de pensar no divórcio. E não se pense que a culpa aqui está só num membro do casal – seria muito fácil culpar o “pai” retrógrado que não consegue evoluir e que vomita palavras tecnológicas como “internet”, “facebook” e “telemóvel”, – neste caso, a culpa é bem repartida, nem que seja por ambos terem deixado de tentar.

Em Umas Férias Inesperadas, onde até encontramos crossovers com personagens de outros filmes da dupla (como o amnésico Tom vindo diretamente da obra A Minha Namorada tem Amnésia), voltamos à receita antiga – não fosse Frank Coraci realizador do primeiro filme em conjunto da dupla – mas o resultado é avultadamente inferior.

Na presente obra seguimos a história de Jim (Sandler), um pai viúvo com 3 filhas adolescentes, e Lauren (Barrymore) uma mãe divorciada com dois filhos na mesma faixa etária. Inexplicavelmente, ou melhor, de forma que não vale a pena explicar, Jim e Lauren, depois de um encontro inicial desastroso, acabam ambos, em conjunto com a sua respetiva família, em África a conviver.

É certo que, talvez por influência do realizador, o género de humor aproxima Sandler daquele homem simpático que já tinha demonstrado ser em comédias mais antigas como Um Pai à Maneira. Por outro lado, o género de comédia abusa menos de elementos mais espalhafatosos envolvendo xixi de animais (como tinha sido visível em filmes mais recentes como em Miúdos e Graúdos) e, nesse sentido, esta é talvez a melhor comédia de Sandler dos últimos anos. Infelizmente, isso não é dizer muito e será como comparar herpes com gripe; uma das doenças até pode ser menos dolorosa, mas garantidamente, viveremos melhor sem ambas.

Aqui, o principal destaque negativo recai sobre Drew Barrymore. Já se sabia o que esperar de Sandler, agora ver Drew completamente alienada do seu próprio papel, a proferir cada frase de forma completamente desligada e com uma classe digna de um jogador de futebol das distritais, é apenas penoso e terá que levar forçosamente a uma reflexão sobre o que de errado se passará com ela.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com