1

True Detective (2014) – Balanço da Primeira Temporada

A HBO tem vindo a tornar-se sinónimo de programação de qualidade, sendo uma das mais recentes apostas do canal a série True Detective. Com Matthew McConaughey e Woody Harrelson nos principais papéis, esta conta a história de dois detetives e da sua procura por um serial killer durante dezassete anos.

Este programa à primeira vista pode desencorajar o público mais casual, visto tratar-se de algo tão invulgar e único como um policial. Mas quem dá uma olhadela fica automaticamente preso desde o primeiro episódio, já que possui personagens tridimensionais e um argumento cativante. A interpretação de McConaughey do detetive Rust Cohle é perfeita, traduzindo os demónios deste para o pequeno ecrã de tal modo que parece alguém bastante conhecido. Já Harrelson como Marty Hart contrasta a sua arrogância e sentido de superioridade, com arrependimento e crescimento, o que o torna muito humano, e fazendo os atos que comete contra a família parecem mais perdoáveis do que realmente são.

true_detective_h

A um nível mais técnico, a cinematografia é extremamente adequada ao tom da história, visto existir sempre um tom acinzentado em todas as cenas, do início ao fim da temporada. Isto cria uma sensação sombria e bastante incerta do rumo da crónica. Outro aspeto muito bem integrado na série são os flashbacks, que descrevem metade da narrativa, segundo a perspetiva das personagens, criando um estilo reminiscente do filme Citizen Kane. A escolha de manter o mistério em volta do assassino por quase toda época ajudou também no aumento do mistério.

Infelizmente nem tudo são aspetos positivos. O final da temporada fica aquém das espectativas, visto que ao longo de toda a série é transmitida uma mensagem niilista e nos últimos vinte minutos do episódio esta é atirada pela janela por uma visão simplista de luz vs. escuridão. Outro aspeto menos bom trata-se da ausência de personagens femininas tridimensionais, sendo que estas existem apenas para preencher o espaço de posse dos protagonistas, não tendo qualquer relevância na narrativa.

No final trata-se duma série interessante, que embora precise de limar algumas das pontas, continua a ser uma boa aposta para os serões. Com um enredo cativante e com excelentes atuações por parte de McConaughey e Harrelson.

ARTIGOS POPULARES

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com