74284-ilonka

O Antes e o Agora: Teletubbies (1997-2001)

Já passaram 13 anos desde o final de Teletubbies – se bem que pouca gente se lembrará do fim; provavelmente o aspirador Noo Noo engoliu tudo.

O que é certo é que esta série da BBC, amada pelas crianças mais pequenas, ganhou uma perturbante e pitoresca popularidade no mundo dos mais crescidos.

Com início em 1997, passou por cá já no novo séc., pelas mãos da SIC. Durante várias manhãs os nossos amigos de cores berrantes – Tinky Winky, Dipsy, Laa-Laa e Po – fizeram o deleite de uma série de crianças e adultos – alguns deles presentemente a cumprir pena no estabelecimento prisional da Carregueira.

Ao fim destes anos todos, o Spoon quer aproveitar para desmascarar (literalmente) os Teletubbies e o Sol (que surgia com a cara de um bebé). Infelizmente, não encontramos pistas sobre o aspirador.

Simon Shelton era Tinky Winky. Quem é Simon Shelton? A resposta não vai adiantar muito. Simon tinha formação em Ballet e para além de Tinky Winky (a sua Big Shot), talvez o possam reconhecer por ter participado na série Incredible Games (mas provavelmente não).

Aqui o mais relevante é perceber que ele não foi a primeira escolha. No entanto, o seu antecessor, Dave Thompson, foi despedido depois de afirmar que interpretava a sua personagem de forma homossexual.

Aqui Simon, na sua pose mais sexy.

Aqui Simon, na sua pose mais sexy.

enhanced-buzz-25148-1373969237-2

Simon continuou a interpretar Tinky Winky da mesma forma que Dave.

Quanto a Dipsy era retratado por John Simmit e as semelhanças físicas falam por si. John é stand-up comedian até aos dias de hoje. O seu website garante que ele é um filho bastardo do Monty Python John Cleese (provavelmente não será verdade).

Dipsy era claramente o Taletubbie com mais estilo.

Dipsy era claramente o Teletubbie com mais estilo.

Cara de Teletubbie?

Cara de Teletubbie?

Nikky Smedley traz-nos Laa Laa, a penúltima Teletubbie. À semelhança dos restantes, a série não lhe trouxe a projecção internacional pujante que ela talvez almejasse. Rapidamente se tornou coreografa da série infantil, The Night Garden.

Aqui Laa Laa, a brincar com uma bola laranja gigante.

Aqui Laa Laa, a brincar com uma bola laranja gigante.

Podia ter sido a próxima Julia Roberts (pelo menos deve ser o que ela diz aos amigos).

Podia ter sido a próxima Julia Roberts (pelo menos deve ser o que ela diz aos amigos).

Por fim, o Teletubbie mais pequeno, Po. Po era o alter-ego infantil de Pui Fan Lee. Depois de abandonar a terra psicotrópica dos Teletubbies, Lee tornou-se uma das apresentadoras do canal infantil da BBC, CBeebies. Em 2001 esteve no centro de uma controvérsia, depois de surgir num programa chamado Metrosexuality, onde resolveu ter sexo lésbico. Em sua defesa, disse mais tarde que para além de Po, era também uma atriz, e naquela altura aquele outro papel pareceu muito interessante. Afinal de contas a Po é marota.

 

O Po era inocente

O Po era inocente

A Lee era badalhoca.

A Lee era badalhoca.

Por fim, vem o sol e a maior surpresa de todas. Lembram-se do bebé que surgia impresso no astro amarelo por trás dos pequenos teletubbies? Pois,  chama-se Jessica Smith e claramente já não é um bebé. Jessica voltou mais tarde a surgir nas bocas do mundo por participar na série Laguna Beach e, já em 2007, por ter sido apanhada a conduzir completamente embriagada. Nós aqui não julgamos ninguém (mas lá que ela cresceu, não restam dúvidas).

O sol nasce para todos.

O sol nasce para todos.

A Jéssica só para alguns.

A Jéssica só para alguns.

Brincadeiras à parte, na Grã-Bretanha, ainda hoje, estas pessoas continuam a ser perseguidas por paparazzis. Uma vez Teletubbies, Teletubbies para sempre.

ARTIGOS POPULARES

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com