Seinfeld

10 Momentos Memoráveis de… George Costanza

Por Pedro Tavares (PT) e Alexandre Vaz (AV)

Por mais anos que passem, Jason Alexander será sempre sinónimo de uma das melhores personagens de sitcom de sempre: George Costanza. Responsável por muitos dos diálogos mais memoráveis e situações mais insólitas de Seinfeld, George é o verdadeiro arquétipo do anti-herói: nervoso, inconstante, indeciso, barulhento, ansioso, deprimido, socialmente desajeitado, pouco atraente e auto-depreciativo. Nunca antes esta combinação resultou em humor tão glorioso – com possível excepção a Woody Allen e (o guionista da série) Larry David.

Os autores deste artigo tiveram um esgotamento nervoso ao ter de escolher apenas 10 momentos dos potenciais 10.000. SERENITY NOW!


Temporada 4, Episódio 16

PT: “It’s cleavage. I couldn’t look away. What am I, waiting to win an Oscar here? This is all I have in my life”. Talvez um dia alguém descubra a fórmula matemática que permita calcular a duração máxima de tempo que George pode olhar para um decote.


Temporada 3, Episódio 14

AV: Uma das maravilhosas pseudo-teorias sociais que a série nos deu a potes – e esta é bem capaz de funcionar.


Temporada 7, Episódio 8

PT: “A George divided against itself cannot stand!”  – George contempla a possibilidade de deixar de existir.


Temporada 2, Episódio 4

AV: “Coffee is not coffee, coffee is sex!” – mais uma lição de psicologia social, cortesia Costanza.


Temporada 9, Episódio 12

PT: Todos temos aquele amigo (ou somos esse amigo) com uma avultada carteira. A carteira de George provocar-lhe desiquilibrio e dor de costas e exigir um contrapeso é ouro.


Temporada 5, Episódio 22

AV: A rainha de todas as pseudo-teorias, resumida na reflexão milenar: “if every instinct you have is wrong, then the opposite would have to be right”. No “making of” da série, Jason Alexander conta que muita gente lhe mandou cartas depois de ver este episódio, e como tinham aplicado esta filosofia na sua própria vida. Ainda não existe nenhum estudo oficial sobre os resultados.


Temporada 5, Episódio 5

PT: A explicação de George para apoiar a existência de homens-porco é excelente, a pose e linguagem corporal com que a profere são perfeitas.


Temporada 8, Episódio 15

AV: É tão bom que ouvimos duas vezes. De seguida. “I must be out, or i’d pick up the phone. Wheeere could iii beeee?”


Temporada 7, Episódio 5

PT: Mandamento Sagrado para o trabalho empresarial: parecer sempre chateado.


Temporada 3, Episódio 23

AV: O resumo definitivo da melhor personagem de sitcom de sempre.


MENÇÃO HONROSA: Larry David, guionista da série Seinfeld, é a razão de ser de George Costanza. Diz-se mesmo que o neuroticismo de Costanza é uma reflexão fidedigna da personalidade de David. Anos depois, Larry criou e protagonizou outra série fabulosa, Curb Your Enthusiasm, e tenta num episódio fazer o papel do seu alter-ego, George.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com